Cidade

“O calo do Nicanor do Centro Histórico”

“Fiação subterrânea do Centro Histórico e o pouco caso com o dinheiro publico completa cinco anos sem solução”

Publicada em 16/06/21 às 21:59h - 112 visualizações

por Atribuna SC


Compartilhe
Compartilhar a notícia “O calo do Nicanor do Centro Histórico”  Compartilhar a notícia “O calo do Nicanor do Centro Histórico”  Compartilhar a notícia “O calo do Nicanor do Centro Histórico”

Link da Notícia:

“O calo do Nicanor do Centro Histórico”
Helio Vaz  (Foto: Atribuna SC)


CONTRA PONTO

Por Helio Vaz


Dentre as várias obras inacabadas em São Francisco do Sul, a revitalização da iluminação na area central, é mais um  exemplo de pouco caso com o dinheiro público.

O projeto de revitalização da iluminação do Centro Histórico, teve a ordem de serviço assinada em junho de 2016 – completa em 2021, (05) cinco anos de empasse, sem ser entregue a população.

Prestigiando

O evento realizado no Terminal Marítimo de Passageiros, contou com a presença do Prefeito de São Francisco do Sul, Luiz Roberto de Oliveira, do Governador do Estado, Raimundo Colombo, do diretor comercial da Celesc, Eduardo Cesconeto, e da Secretária Executiva de Desenvolvimento Regional de Joinville, Simone Schramm.

 O projeto (eleitoreiro), tal qual a inauguração do Hospital N.S. da Graça, em 2012 – demonstra mais uma vez o uso indevido do dinheiro público, aplicado numa politica sistematicamente enganosa, vem sendo usada em discurso nos palanques em periodo eleitoral, via a qual  infelizmente tem servido de cabide para eleger politicos inconsequentes e sem compromisso real com o municipio, muito menos com a população francisquense.

O Projeto

O investimento previsto de R$ 4,9 milhões via créditos de ICMS, aplicado em uma extensão de dois quilômetros, contempla 11 ruas: Rafael Pardinho, Manoel Lourenço de Andrade, Quintino Bocaiúva, Babitonga, Dr. Lauro Müller, Largo Almirante Moraes Rego, Almirante Guilherme, Marechal Floriano Peixoto, Comandante Cabo, Sete de Setembro e Coronel Carvalho.

Tempo previsto

A obra executada pela empresa Santa Rita Comércio e Instalações Ltda, com início em agosto tinha previsão de término previsto em 18 meses, (janeiro de 2018), prevê a modernização das instalações, facilitação inclusive a manutenção da rede, mudar positivamente na questão estética e visual das ruas contempladas

Material

Serão instalados mais de cinco mil metros de cabos de média tensão e 36 mil metros de baixa tensão. As obras incluem também a instalação de cinco transformadores de potência total instalada de 1,75 MVA.

Reuniões

A obra de instalação da fiação subterrânea no Centro Histórico em São Francisco do Sul foi inclusive tema de várias reuniões, realizada entre a Prefeitura Municipal, Celesc, IPHAN, Águas de São Francisco e a empresa responsável pelos serviços.

Fase incompleta

 A segunda fase, chamada de eletromecânica, previu a passagem dos fios e adequação aos consumidores, além da instalação dos novos postes.

Última etapa

 A reposição de 76 novas estruturas para iluminação instaladas não funcionaram como previa o projeto e a retirada dos postes antigos não aconteceram até a presente data. Este trabalho que é acompanhado de perto pelo IPHAN, precisa ter um ponto final satisfatório. A população francisquense espera que este “Calo do Nicanor” (Rede Subterrânea do Centro Histórico) não passe despercebido por mais um governo. Mesmo porque já passou por duas gestões.

 




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (47) 99901 1499

Visitas: 401042
Usuários Online: 10
Copyright (c) 2022 - Atribuna SC - "INFORMAÇÃO EM CIMA DA HORA" - LOCAL - NACIONAL - INTERNACIONAL