Brasil

“População reclama dos desmanches de veículos em São Francisco do Sul”

Vereadores pedem melhorias nas suas comunidades, e reclamam da falta de atendimento dos serviços da Secretaria de obras.

Publicada em 30/06/21 às 11:17h - 561 visualizações

por Atribuna SC


Compartilhe
Compartilhar a notícia “População reclama dos desmanches de veículos em São Francisco do Sul”  Compartilhar a notícia “População reclama dos desmanches de veículos em São Francisco do Sul”  Compartilhar a notícia “População reclama dos desmanches de veículos em São Francisco do Sul”

Link da Notícia:

“População reclama dos desmanches de veículos em São Francisco do Sul”
Av. Lindolfo Freitas Ledoux - Distrito do Sahy -SFS  (Foto: Atribuna SC)


Ouvindo a falácia dos senhores edis na reunião do legislativo municipal de São Francisco do Sul na noite de 29 de junho (ontem), nos chamou atenção o discurso de alguns vereadores, e as suas preocupações na situação em que se encontram a maioria das ruas sem pavimentação em nossa cidade. Um verdadeiro desmanche. Não existe veículo que transite pelas vias sem se desmanchar devido a buraqueira que se encontra por onde se passa.

Ruas Esburacadas

Não se resume somente na falta de material para serem aplicadas nas ruas esburacadas, o simples serviço de patrolamento não está acontecendo, e devido a quantidade de reclamações, a falta de manutenção não está localizada somente em uma comunidade, ao contrário, estão nos quatro cantos do município. Do Distrito do Sahy a Praia do Ervino. De acordo com vereadores, o Secretário de Obras Dodô esta desorientado e desorganizado nas ações a que lhe diz respeito.

O Calo do Nicanor

Por falar em Distrito do Sahy (Falasterio do Sahy), lembramos mais uma vez a falta de estrutura sentida por quem se obriga a transitar de Itapoá x Vila da Glória, o trecho aproximado de 10 KM – o qual faz parte do projeto “Costa do Encanto” do governador Luiz Henrique da Silveira, iniciado lá em 2003 – na gestão do prefeito Odilon Ferreira de Oliveira, até a presente data continua travada (sem solução). O embargo das obras ocorreu devido aos reclames de “ambientalistas” junto ao ministério público, os quais encontraram algumas Caieiras (Sambaqui), que para eles simbolizaria “Sítios Arqueológicos”, e portanto são áreas consideradas imexíveis. Apesar dos mais de cem anos de transito pelo local...

Maior Idade

Passados 18 anos desde o início esta importante obra – durante todo este tempo passaram, três prefeitos, governadores e presidentes da República, mas não houve quem resolvesse este impasse, muito menos, há quem se interesse de verdade, em desenterrar este “Sapo Seco”, que tem prejudicado terrivelmente, principalmente o setor turístico do Distrito do Sahy, devido à dificuldade de transito na localidade.

Pouca representatividade

Desde 2019 – a comunidade da localidade, descontente com as sequentes faltas de atenção de manutenção da sede do município de São Francisco do Sul, um grupo de pessoas tem lutado em prol da transferência do Distrito do Sahy para o município de Itapoá. Entende algumas pessoas que ter vereador representando a região, pouco ou quase nada tem sido resolvido. Deputados Estadual ou Federal, então, só aparecem em período eleitoral pra fazer promessas e depois somem. A solução, entendem alguns é desmembrar o Distrito do Sahy...  

Saibro de Graça...

Com relação a saibreira do Distrito do Sahy que precisa legalizar pra tirar material de graça é mais uma conversa pra “Boi dormir”. Existe saibreira fora do 2º distrito, liberadas e prontas pra distribuição do material, com um pequeno detalhe, tem que pagar. Era só o que faltava, a prefeitura liberar uma área pra exploração de particular em troca de umas viagenzinhas de material. É a “mesma coisa que fazer filho na mulher dos outros”. A não ser que alguém esteja levando vantagem financeira nisso. Fala sério! ...

Balneários

Quanto a buraqueira causada nas ruas do Majorca e Enseada, a AEGEA responsável pela subempreiteira, Alessandretti Engenharia que executa os serviços, precisa corrigir esta falta de manutenção de vias após concluir os serviços previstos na rede de esgoto nos balneários, pelo menos deixe as ruas nas mesmas condições que encontrou.

Leia a matéria, escrita e publicada em março pelo nosso informativo. Título “Quem Paga a conta”.    




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

1 comentário


Valdir kolher

30/06/2021 - 13:13:09

Avenida Nunes ervino abandonada nem carro saúde desse mas vergonha para municipio


Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (47) 99901 1499

Visitas: 401035
Usuários Online: 11
Copyright (c) 2022 - Atribuna SC - "INFORMAÇÃO EM CIMA DA HORA" - LOCAL - NACIONAL - INTERNACIONAL